Última hora

Em leitura:

São cada vez mais as figuras públicas que unem esforços no combate à sida


México

São cada vez mais as figuras públicas que unem esforços no combate à sida

A doença afecta mais de 30 milhões de pessoas em todo o mundo, mas o acesso os fármacos continua vedado a uma grande maioria.

Democratizar o acesso aos medicamentos, avanços e desafios no combate à doença estão a ser debatidos na Conferência Mundial da Sida, na cidade do México.

Bill Clinton diz que o encontro tem por objectivo prevenir novas infecções, prestar assistência e cuidados aos infectados e incentivar as investigações para um combate eficaz à doença.

Muitos aproveitaram para lembrar que aleém de doentes também não têm onde morar.

“Acesso Universal, Já” é o lema da conferência que durante cinco dias reúne mais de 25 especialistas de todo o mundo.

A embaixadora da causa, Annie Lennox chamou a atenção para a estratégia seguida por companhias farmacêuticas mundiais que ameaçam os esforços na luta contra a Sida.

A falta de verbas estatais leva a que apenas a Fundação Portuguesa Contra a Sida seja a única ONG nacional representada no encontro com um stand.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Milhares de pessoas manifestam apoio a Jacob Zuma, líder do ANC, acusado de corrupção