Última hora

Última hora

Britânicos mais pessimistas que nunca

Em leitura:

Britânicos mais pessimistas que nunca

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido ameaça entrar em recessão. Tal como a cerveja que os britânicos têm fama de beber, também a economia do país está morna. Apesar de alguns indicadores positivos, os economistas estão preocupados com um crescimento do PIB próximo do zero.

A confiança dos consumidores teve a maior queda desde que este indicador começou a ser medido. Em Julho, o índice caíu 11 pontos, para os 51, o que significa que os consumidores britânicos têm receio quanto ao futuro. No segundo trimestre do ano, o crescimento económico foi de apenas 0,2%.

A inflação foi de 3,8%, um valor alto para o Reino Unido, mas que está em linha com a Zona Euro. com o desemprego de 5,2%, passa-se o mesmo: é um valor alto para a economia britânica, mas baixo comparado com outros países europeus. A crise no sector imobiliário é vista como a grande culpada desta crise.

A perspectiva de recessão aponta para uma descida nas taxas de juro, mas não é essa a opinião do governador do Banco de Inglaterra. Mervyn King e os outros membros do conselho de política monetária do banco central britânico devem deixar o preço do dinheiro sem qualquer alteração, na reunião desta quinta-feira. A taxa de juro do Reino Unido é de 5%, a mais alta entre as grandes economias mundiais.