Última hora

Última hora

BCE deixa juros nos 4,25%

Em leitura:

BCE deixa juros nos 4,25%

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central Europeu manteve a taxa de juro da Zona Euro inalterada nos 4,25%, tal como era esperado pla grande maioria dos analistas. Este preço do dinheiro é o mais alto dos últimos sete anos. O organismo presidido por Jean-Claude Trichet tomou a decisão de subir o juro no mês passado, para lutar contra a inflação, que ultrapassa já os 4% no grupo de 15 países do euro.

“Esta decisão mantém o poder de compra a médio prazo e dá suporte ao crescimento sustentável e ao emprego. Com base nos nossos conhecimentos, a actual política monetária vai contribuir para que consigamos atingir o nosso objectivo. Vamos monitorizar, com muita atenção, todos os desenvolvimentos dos próximos tempos”, disse Trichet.

Em termos de inflação, o pior pode já ter passado, uma vez que o preço do petróleo tem vindo a descer. Se a subida nos preços abrandar, isso pode ser uma razão para o BCE cortar a taxa de juro e dar assim um impulso ao crescimento da economia. Também esta quinta-feira, o Banco de Inglaterra deixou os juros nos actuais 5%. O Reino Unido continua com o preço do dinheiro mais alto de todas as grandes economias do globo, numa altura em que ameaça entrar em recessão.