Última hora

Última hora

Saakashvili propõe cessar-fogo imediato

Em leitura:

Saakashvili propõe cessar-fogo imediato

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente georgiano Mikhaïl Saakashvili propôs um cessar-fogo imediato aos separatistas da Ossétia do Sul e a abertura de negociações. A proposta foi feita numa alocução televisiva, horas depois de visitar o hospital de Gori, junto ao território independentista, de onde enviou um recado a Moscovo.

“A escalada do confronto não é do interesse da Federação Russa nem do interesse da Geórgia. Mas, o que está a acontecer neste momento, resulta de uma política de longo prazo nesta pequena região de menos de trinta mil habitantes. Este é o resultado de uma militarização histérica, de uma retórica militar permanente, ou mesmo propaganda militar, levada a cabo recentemente pelos meios de comunicação social russos.”

A Ossétia do Sul declarou a independência unilateralmente no início dos anos 90. Após anos de calma relativa, os confrontos no território recomeçaram há uma semana. Na noite passada registou-se uma batalha de artilharia entre a capital Tshkinvali e a localidade georgiana de Avnevi que causou vários feridos dos dois lados e a morte de três soldados georgianos. Saakashvili reiterou a oferta de autonomia completa ao território. Moscovo e Washington mostraram-se disponíveis para colaborar nas conversações.