Última hora

Última hora

Greve paralisa aeroporto de Bruxelas

Em leitura:

Greve paralisa aeroporto de Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

O tráfego aéreo no aeroporto de Bruxelas esteve praticamente parado esta segunda-feira devido a uma greve surpresa das duas empresas que asseguram o transporte de bagagens e de passageiros. A maioria dos voos foi cancelada. Algumas companhias aéreas foram obrigadas a aterrar em Amesterdão ou Liége.

Para milhares de passageiros o dia foi difícil. Uma passageira afirmou que “o pessoal do aeroporto não explica o que se passa, é pouco eficaz e mal-educado”. O protesto começou ontem às 19h00 por tempo indeterminado. Os trabalhadores da Aviapartner e Flightcare protestam contra as condições de trabalho e a política anti-social da empresa.

Um líder sindical afirmou que “desde o início das férias há falta de pessoal para transportar e descarregar as bagagens e que estão fartos de esperar pela resposta da administração”. Para complicar a situação, o aeroporto de Bruxelas anunciou que os passageiros só poderão recuperar as bagagens no fim da greve. As negociações entre os sindicatos e a administração decorrem desde as 7h00.