Última hora

Última hora

Cartão vermelho para plano de cessar-fogo francês

Em leitura:

Cartão vermelho para plano de cessar-fogo francês

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo rejeita o plano de cessar-fogo proposto pela França e recusa votar a resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O anúncio foi feito pelo embaixador russo na ONU que classifica o texto de permaturo.

Ainda assim, o chefe de Estado francês que assume a presidência rotativa da União Europeia desloca-se, hoje, a Moscovo para um encontro com o homólogo russo, Dmitri Medvedev.

É mais uma tentativa para resolver o conflito no Cáucaso. Nicolas Sarkozy segue depois para Tbilissi para um encontro com Mikhail Saakachvili.

O chefe da diplomacia francesa, Bernard Kouchner, deposita esperanças na visita à Rússia e na receptividade do documento com vista a um cessar-fogo, mas lembra que uma missão de paz leva tempo.

Uma missão que se adivinha difícil. Paris propõe um cessar-fogo imediato, o restabelecimento da situação no terreno anterior ao conflito e o respeito pela integridade e soberania da Geórgia.

Enfraquecida, Tbilissi garante estar disponível para negociar a paz. As tropas georgianas comecaram, entretanto, a abandonar o território da república separatista da Ossétia do Sul. Mas Moscovo exige a retirada de todos os militares antes de dar início às negociações.