Última hora

Última hora

Moscovo e Tbilissi dizem sim a cessar-fogo

Em leitura:

Moscovo e Tbilissi dizem sim a cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

A Geórgia e a Rússia aceitaram o compromisso de paz para a Ossétia do Sul.

O documento político assenta em seis pontos, entre eles está o livre acesso à ajuda humanitária

O plano com vista a um cessar-fogo foi apresentado pelo presidente em exercício da União Europeia.

Para chegar a acordo foi necessário introduzir alterações, que Nicolas Sarkozy afirma terem sido aceites pelo Presidente russo. Uma situação que permitiu dar início às discussões internacionais sobre as modalidades de segurança na Abcásia e Ossétia do Sul, adiantando, que apenas a designação de “futuro estatuto da província” foi retirada do texto.

O Chefe de Estado georgiano, Mikhail Saakashvili, afirma que não quer criar dúvidas e acredita que Sarkozy concorda neste ponto: que “os territórios da Abcásia e Ossetia do Sul pertencem à Georgia e jamais poderão ser postos em causa por qualquer processo internacional.”

O documento provisário que deverá por fim às hostilidades vai ser analisado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, esta quarta-feira, em Bruxelas.