Última hora

Em leitura:

Merkel garante à Geórgia uma futura entrada na NATO


mundo

Merkel garante à Geórgia uma futura entrada na NATO

Depois de Moscovo a chanceler alemã, Angela Merkel, foi à capital da Geórgia onde considerou prioritária a retirada imediata das tropas russas do território georgiano para se começar a desenhar uma solução política para o conflito da região.

Em conferência de imprensa conjunta com Saakashvili, Merkel repetiu aos jornalistas o que horas antes já tinha afirmado: as portas da NATO não estão fechadas para a Geórgia.

“Queria dizer uma vez mais o que disse em Sochi. A decisão tomada em Bucareste sobre a adesão da Geórgia à NATO continua válida, o que quer dizer que a Geórgia pode tornar-se membro da NATO se quiser”, afirmou.

Mas não há ambiguidades.Se a Geórgia quiser tem que resolver os diferendos territoriais com os vizinhos, uma condição que este conflito não vai certamente facilitar.

Por seu lado, Mikhail Saakashvili pede que a retirada das tropas russas seja rápida e supervisionada de forma independente

“Precisamos que a verificação da retirada e do cessar-fogo seja feita por observadores de preferência da ONU e da OSCE, precisamos que a ajuda humanitária chegue a toda a gente e precisamos de forças de manutenção da paz nas zonas de conflito”, disse o presidente georgiano, acrescentando: “Uma força de paz que não inclua tropas russas. Invadiram-nos, não podem permanecer”, justificou.

Angela Merkel manifestou a disponibilidade da Alemanha para participar nessa força de manutenção d epaz.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Geórgia