Última hora

Última hora

NATO apoia Tbilissi e ameaça com "consequências" para as relações com Moscovo

Em leitura:

NATO apoia Tbilissi e ameaça com "consequências" para as relações com Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A Aliança Atlântica assume uma posição de força face à Rússia. Numa conferência de imprensa após a reunião extraordinária dos chefes da diplomacia da NATO, Japp de Hoop Scheffer sublinhou o apoio à integridade territorial georgiana e alertou Moscovo para o degradamento das relações com a Aliança Atlântica.

O secretário-geral de NATO afirmou que “não podem continuar no mesmo pé com a Rússia. O futuro das relações vai depender das acções concretas que a Rússia tomar para honrar a promessa do presidente Dmitri Medvedev de respeitar os seis pontos do plano de paz que assinou conjuntamente com o presidente da Geórgia, o que não está a fazer de momento”.

A secretária de Estado norte-americana juntou-se às críticas à actuação de Moscovo.

Condoleezza Rice explicou que “os Estados Unidos não querem isolar a Rússia. É o comportamento russo durante esta crise que está a isolar a Rússia dos princípios de cooperação entre nações da comunidade de Estados, quando invade um pequeno país vizinho”.

Tanto a NATO como Washington insistiram particularmente na necessidade de uma retirada imediata das tropas russas de território georgiano.