Última hora

Última hora

Viúvo de Benazir Buto é candidato às presidenciais paquistanesas

Em leitura:

Viúvo de Benazir Buto é candidato às presidenciais paquistanesas

Tamanho do texto Aa Aa

Em Islamabad, há sinais de que a crise política parece chegar ao fim, no seio do governo de coligação.

O viúvo de Benazir Buto, Asif Ali Zardari, oficializou hoje a candidatura às eleições presidenciais de dia 6 de Setembro, depois de ter recebido o apoio de Nawaz Sharif, lider do segundo partido da coligação.

Sharif exige, no entanto, como contrapartida o regresso ao Supremo Tribunal dos juízes depostos por Musharraf, o mais tardar na segunda-feira. Numa conferência de imprensa, esta manhã, o líder da Liga Muçulmana do Paquistão, exigiu ainda uma revisão constitucional de forma a reduzir os poderes do chefe de Estado.

A acalmia da tensão política contrasta com o aumento da violência no território. O braço paquistanês da guerrilha Talibã reivindicou aquele que é o terceiro atentado em uma semana contra as forças da ordem.

Pelo menos oito polícias morreram e outros 10 ficaram feridos, na cidade de Mingora, no noroeste do Paquistão, depois de um suicida ter feito deflagrar uma viatura armadilhada junto a uma esquadra de polícia.

Outro ataque bombista, contra um posto de controlo a oeste de Mingora, matou dois civis ferindo outros três.

As acções mostram o clima de guerra aberta vivido no vale de Swat, onde o exército paquistanês prossegue uma ofensiva em larga escala contra a guerrilha, que terá sofrido hoje mais 35 baixas.