Última hora

Última hora

USS McFaul já atracou ao largo da Geórgia

Em leitura:

USS McFaul já atracou ao largo da Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

A pedido de vários países, França agendou uma cimeira extraordinária da União Europeia face ao incomprimento russo do acordo de cessar fogo subscrito pelas partes envolvidas no conflito no Cáucaso.

E a presença militar norte-americana também já se faz sentir no mar negro com um contratorpedeiro que atracou ao largo de Batumi com mantimentos destinados aos milhares de refugiados.

Para os próximos dias está ainda prevista a chegada de dois outros navios de guerra norte-americanos. Aparentemente com a mesmo missão.

As embarcações militares assinalam também à Rússia que Washington não esqueceu a aliada geórgia, candidata a aderir à NATO.

Os estados Unidos e a frança, que delineou o acordo de cessar fogo em nome da União Europeia, exigem que a Rússia se retire do estratégico porto de Porti.

Uma área que não está abrangida pelas zonas tampão junto às republicas separatistas pró-russas, que Moscovo anunciou ocupar por tempo indeterminado.

Este domingo, o porta-voz do governo separatista da Ossétia do Sul acusou a georgia de se reforçar com material de guerra pesado na fronteria com a região.

Ainda não houve qualque reacção de Tbilissi a esta acusação.

Também este domingo um comboio carregado de combustivel foi alvo de uma explosão naquela que é uma vital linha ferroviária de transporte de petróleo do Azerbaijão para os mercados europeus.

Segundo as autoridades georgianas a composição detonou uma mina.