Última hora

Última hora

Obama procura unir os democratas

Em leitura:

Obama procura unir os democratas

Tamanho do texto Aa Aa

Últimos preparativos para a convenção do partido democrata que arranca hoje em Denver, no Colorado.

Conhecidos os dados, Barack Obama vai tentar unir o partido e estancar a queda nas sondagens que já o chegaram a colocar atrás do candidato republicano John McCain.

Mais de quatro mil delegados vão confirmar até quinta-feira a investidura do senador do Illinois. Mas para que Obama não se esqueça das promessas, perto de um milhar de manifestantes recordaram ao candidato o compromisso de retirar do Iraque, agora que Obama introduziu algumas nuances no seu discurso.

Os veteranos de guerra não querem um novo Vietname:

“O senador Obama assumiu no início uma posição extremamente forte contra a guerra. Queremos que mantenha a sua oposição e que continue a falar em trazer imediatamente as tropas para casa”, afirmou Ron Kovic, veterano da guerra do Vietname.

Tudo está planeado ao pormenor para reforçar as possibilidades de Obama se tornar no primeiro presidente negro dos Estados Unidos.
O discurso está marcado para quinta-feira, perante mais de 75 mil democratas, exactamente 45 anos depois do “sonho” de Martin Luther King.

Antes, o casal Clinton vai apelar ao voto em Obama, apesar de Hillary ter perdido para Joseph Biden o bilhete para a Casa Branca. Isto numa altura em que o republicano McCain tenta capitalizar votos recorrendo aos ataques da ex-candidata ao adversário democrata durante as primárias.