Última hora

Última hora

Estados Unidos consideram "inaceitável" apoio da Rússia às regiões separatistas georgianas

Em leitura:

Estados Unidos consideram "inaceitável" apoio da Rússia às regiões separatistas georgianas

Tamanho do texto Aa Aa

Após a moção apresentada no parlamento russo, a reacção dos Estados Unidos.

A Casa Branca considera o apoio russo à Abcásia e Ossétia do Sul “inaceitável” e vai enviar o vice-presidente norte-americano, Dick Cheney, de visita à Geórgia na próxima semana.

A União Europeia, que se junta a 1 de Setembro para uma reunião extraordinária sobre a situação no Cáucaso, também está preocupada.

Angela Merkel, uma das principais aliadas da Rússia entre os 27, considera que a votação “é uma violação dos tratados internacionais”. A chanceler alemã espera que o presidente russo “não assine a resolução”.

O presidente georgiano considerou “trágica” a moção do parlamento russo. Mikheil Saakashvili disse ainda que “ninguém poderá legalizar por si só a anexação dos territórios georgianos”.

O grupo dos sete países mais industrializados do mundo mostrou-se “unido no apoio à integridade territorial da Geórgia”.

Outra das ameaças que pende sobre a Rússia é a entrada na Organização Mundial do Comércio (OMC), que pode ficar comprometida caso Moscovo decida apoiar a independência das regiões separatistas georgianas.