Última hora

Última hora

Três anos depois do Katrina, Gustav ameaça a Nova Orleães

Em leitura:

Três anos depois do Katrina, Gustav ameaça a Nova Orleães

Tamanho do texto Aa Aa

A tempestade tropical Gustav assolou esta noite as costas da Jamaica e de Cuba, com chuvas torrenciais e ventos de mais de 110 quilómetros por hora, depois de ter provocado mais de 60 mortos na República Dominicana e Haiti.

A tempestade ameaça transformar-se no oitavo furacão da temporada, à medida que se aproxima das águas do Golfo do México.

As companhias petrolíferas encontram-se em alerta para o fenómeno meteorológico que poderá repetir o nível de destruição do furacão Katrina, em 2005.

Washington tenta, no entanto, acalmar as preocupações dos mercados internacionais, depois de anunciar que desbloqueará as reservas estratégicas de crude, em caso de interrupção das actividades das plataformas petrolíferas.

No caminho do Gustav encontra-se de novo a Nova Orleães, no terceiro aniversário da destruição provocada, na cidade, pelo furacão Katrina.

O responsável local da protecção civil afirma que, “as autoridades estão preparadas para transferir 30 mil habitantes por via aérea e terrestre”.

As autoridades locais encontram-se em alerta para a possibilidade de iniciar a evacuação das zonas costeiras da Louisiana, já a partir de Sexta-feira. O estado de emergência foi já declarado no estado vizinho do Mississipi.