Última hora

Última hora

Habitantes de Nova Orleães deixam cidade à procura de abrigo

Em leitura:

Habitantes de Nova Orleães deixam cidade à procura de abrigo

Tamanho do texto Aa Aa

Com o aproximar do furacão Gustav os habitantes do Estado do Luisiana deixaram as suas casas durante o fim-de-semana para escaparem aos fortes ventos que deverão atingir velocidades superiores a 220 quilómetros por hora.

O plano de evacuação de Nova Orleães devia ter ficado concluído no fim-de-semana, mas apesar da azáfama registada nas últimas 24 horas há pessoas que não têm meios para sair da cidade.

Os lugares nos abrigos também começam a escassear. Uma norte-americana tentou lugar no centro de abrigo de Shreveport, no Estado do Luisiana, mas refere que “não fui recebida porque já não há mais lugares e agora não consigo encontrar mais nenhum sítio para onde ir”.

Apesar de tudo e ao contrário do que aconteceu há três ano quando ocorreu a passagem dos furacões Katrina e Rita, autoridades e populações da região preparam-se melhor para enfrentarem o ciclone.

A proprietária de uma loja de armas diz que “as pessoas pensam que é melhor comprar uma arma porque lembram-se do que aconteceu há três anos e querem defender-se. Mesmo quem nunca teve uma arma.”

Aos que se querem defender das pilhagens junta-se o exército que foi destacado para as zonas mais afectadas.

Nos vários municípios das zonas sul e oeste de Nova Orleães foi instaurado um recolher obrigatório entre o início da noite e ao nascer do dia.