Última hora

Última hora

Estado de emergência na Tailândia

Em leitura:

Estado de emergência na Tailândia

Tamanho do texto Aa Aa

O governo tailandês decreto o estado de emergência, em Bangkok, para enfrentar os incidentes que duram há uma seamana.

Milhares de manifestantes continuam concentrados em frente dos edificios governamentais, exigindo a demissao do primeiro-ministro, Samak Sundaravej.

Esta segunda-feira, os incidentes ficaram marcados por uma morte e 34 feridos, vitimas da carga policial.

Há ainda a registar a explosão de uma bomba, na gurita de um dos sintelas do palácio do Primeiro-Ministro.

A explosão não provocou vitimas.

Um porta-voz governamental disse que a acção prova que a Aliança do Povo pela Democracia está a lançar uma gerrilha contra o governo.

Disse ainda que a oposição pretende demonstrar que a polícia e o governo não têm força e autoridade, para garantir a seguranção da população.

Uma acusação rejeitada de imediato por um dos dirigentes da APD.

Teme-se que a situação se degrade na quarta-feira, dia da greve dos sindicatos do sector público.

Além da administração pública, a greve deve atingir 43 empresas públicas, que empregam 200 mil trabalhadores.

Os sindicatos ameaçam estender a greve a outros sectores, se o primeiro-ministro não se demitir.