Última hora

Última hora

Governo tailandês decreta estado de emergência

Em leitura:

Governo tailandês decreta estado de emergência

 Governo tailandês decreta estado de emergência
Tamanho do texto Aa Aa

Carros vandalizados, vitrinas partidas, sangue no chão. Estes são apenas alguns vestígios dos violentos confrontos que opuseram esta noite apoiantes e opositores ao governo tailandês, em Banguecoque.

Os tumultos, que provocaram um morto e 34 feridos, levaram o primeiro-ministro, Samak Sundaravej a decretar o estado de emergência na capital tailandesa. As concentrações de mais de cinco pessoas foram proibidas, de acordo com a rádio estatal.

Em conferência de imprensa, o chefe de governo justificou a decisão referindo que “a vida continua, mas é preciso fazer algo contra os responsáveis pelo que aconteceu no gabinete do primeiro-ministro e a única maneira para resolver o problema é declarar o estado de emergência.”

Uma referência a uma explosão na guarita de um sentinela no palácio do primeiro-ministro. A polícia interveio para pôr termo aos distúrbios, mas acabou por ter que chamar o exército.

Desde Maio que a tensão política na Tailândia tem vindo a aumentar com a oposição da Aliança do Povo para a Democracia a iniciar uma série de protestos contra o governo tailandês, que considera ser uma réplica do executivo deposto em Setembro de 2006, num golpe de Estado.