Última hora

Última hora

Espanha tem 2,5 milhões de desempregados

Em leitura:

Espanha tem 2,5 milhões de desempregados

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego em Espanha subiu para um novo máximo de dez anos. Os desempregados na população activa são agora 2,5 milhões. Em Agosto, o aumento no desemprego foi o dobro do registado no mesmo mês do ano passado. No espaço de um ano, o número de pessoas sem emprego cresceu em meio milhão.

Ao mesmo tempo, a Espanha enfrenta uma estagnação económica. O primeiro-ministro José Luís Rodríguez Zapatero prevê que a retoma chegue em 2010. Para a secretária de Estado do Emprego, Maravillas Rojo, a situação pode piorar nos próximos tempos: “A situação piorou e, mesmo assim, ainda não atingiu o ponto mais baixo. Estamos à espera de um período ainda mais difícil”.

O aumento do desemprego no mês de Agosto acontece porque muitas pessoas, no sector dos serviços, perdem o emprego depois do regresso das férias e acabam os postos de trabalho sazonais.

O governo está a estudar um plano para criar 100.000 empregos no próximo ano, mas isso pouco pode fazer para evitar o pior. Com o sector da construção civil em crise, os desempregados podem aumentar em mais um milhão, até ao ano que vem.