Última hora

Última hora

Antigo candidato democrata critica Obama durante convenção republicana

Em leitura:

Antigo candidato democrata critica Obama durante convenção republicana

Tamanho do texto Aa Aa

George W. Bush foi um dos convidados de honra na convenção republicana no Minessota. Não veio em carne e osso. Preferiu falar através de vídeo-conferência. O gesto é visto como uma forma de não prejudicar John McCain, numa altura em que a popularidade do presidente dos Estados Unidos bate mínimos históricos.

Num discurso divulgado num écrã gigante, Bush defendeu a sua gestão da guerra no Iraque, prometeu apoiar os militares que combateram pelo país, sublinhando que um presidente tem de fazer escolhas difíceis e que McCain está preparado para liderar a nação.

O candidato republicano à presidência recebeu ainda a preciosa ajuda de Joe Lieberman, antigo candidato à vice-presidência democrata que não acredita que Obama esteja pronto para liderar os Estados Unidos.

Lieberman classificou o senador do Illinois como o candidato mais “inexperiente” da história e afirmou que participa na convenção republicana porque “o país é mais importante do que o partido”.

A pouco mais de dois meses das eleições, a campanha de John McCain atravessa uma fase crítica após o escândalo mediático que envolveu a recém-nomeada candidata à vice-presidência, Sarah Palin.

A governadora do Alasca é suspeita num caso de tráfico de influências e a sua filha menor está grávida. Publicidade negativa que Palin vai tentar inverter durante o discurso na convenção previsto para esta noite.