Última hora

Última hora

Optimismo domina nova ronda de negociações em Nicósia

Em leitura:

Optimismo domina nova ronda de negociações em Nicósia

Tamanho do texto Aa Aa

A reunificação da ilha de Chipre poderá estar para breve. Reunidos no antigo aeroporto de Nicósia controlado pelas Nações Unidas, os líderes cipriota grego e cipriota turco mostram-se mais empenhados que nunca em acabar com a divisão da ilha.

O encontro dá o pontapé de saída para as negociações formais agendadas para dia 11 de Setembro e que poderão pôr fim a um problema que se arrasta há mais de três décadas.

No final da reunião, os dirigentes garantiram que a a solução poderá estar próxima

O Presidente da República do Chipre afirma não ter uma data para a reunificação da ilha, mas espera que possa acontecer o quanto antes. Segundo Dmitris Christofias tratar-se de um desejo partilhado pelas duas partes, adiantando, que é tempo de coordenar esforços para alcançar o objectivo

Um optimismo partilhado Mehmet Ali Talat e pela Turquia, que vê na resolução do conflito uma porta aberta para se juntar aos 27.

Talat afirma estar a receber apoio de Ancara e mostra-se confiante na conclusão de um acordo com Dmitris Christofias o mais depressa possível.

A divisão da ilha ocorreu em 1974, depois da Turquia ter invadido a parte norte do Chipre.

O empenho das duas partes no avanço das negociações ficou marcado pela abertura da rua Ledra, no centro de Nicósia. Uma artéria vista como um símbolo da divisão da ilha.

A proposta da ONU para a reunificação do Chipre foi apresentada pela primeira vez em Novembro de 2002. Dois anos mais tarde os cipriotas gregos rejeitaram o plano em referendo, levando, a que apenas a parte sul aderisse à União Europeia.