Última hora

Última hora

Presidente ucraniano admite dissolver Parlamento

Em leitura:

Presidente ucraniano admite dissolver Parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

O Chefe de estado ucraniano ameaça dissolver o Parlamento e convocar eleições legislativas antecipadas.

Em causa está um conjunto de medidas aprovadas pelo bloco da primeira-ministra, Ioulia Timochenko, e pela oposição pró-russa que facilitam a destituição do presidente.

Viktor Iouchtchenko fala de uma tentativa de golpe de estado e acusa a chefe de Governo de querer destruir a coligação pro-ocidental.

Esta quarta-feira, o partido do presidente (Nossa Ucrânia-Autodefesa Popular) abandonou a coligação governamental com o bloco da primeira-ministra.

A decisão aprovada por 39 dos 72 deputados do grupo parlamentar.

A coligação entre Yushchenko e Timochenko foi criada no final de 2004 na luta pela Presidência da Ucrânia contra o candidato pró-russo, Victor Ianukovitch.