Última hora

Última hora

Forte aumento do desemprego nos EUA

Em leitura:

Forte aumento do desemprego nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

O número de empregos nos Estados Unidos esteve em forte queda, em Agosto, o que vem desferir mais um duro golpe na economia. No mês passado, houve menos 84.000 pessoas a trabalhar, enquanto as previsões governamentais apontavam para uma queda de 75.000.

A taxa de desemprego não pára de crescer. No início do ano estava abaixo dos 5%, foi subindo até aos 5,7% de Julho e agora subiu para os 6,1%. Este valor é também um golpe, depois dos analistas terem previsto que a taxa não iria sofrer alterações. Este ano, a economia norte-americana eliminou já 605.000 empregos.

Esta quebra aconteceu em quase todos os sectores da economia, mas o mais afectado foi a indústria, onde foram perdidos 61.000 postos de trabalho. Já em Julho, o sector tinha sofrido uma sangria de 31.000 empregos.

Os únicos sectores onde o emprego cresceu foram a saúde, a educação e a função pública. Com o emprego em queda e a inflação em alta, o consumo está em queda livre. Todo este contexto vai ser analisado pela Reserva federal, que se reúne dentro de dez dias. A política, no entanto, não deve mudar. A taxa directora deve continuar nos 2%.