Última hora

Em leitura:

Zardari apontado como provável sucessor de Musharraf


Paquistão

Zardari apontado como provável sucessor de Musharraf

É num clima de caos político e económico que o Paquistão elege, este sábado, o novo chefe de Estado. Três candidatos estão na corrida à presidência. Asif Ali Zardari, viúvo da antiga primeira-ministra paquistanesa, Benazir Bhuto, é apontado como favorito.

Uma figura controversa devido ao passado do cabeça de lista do Partido do Povo Paquistanês. Esteve preso por diversas vezes acusado, entre outros crimes, de corrupção. A passagem plo ministério do Investimento durante o governo de Bhutto valeu-lhe a alcunha de “Sr 10%” por, alegadamente, cobrar comissões sobre contratos aprovados.

O principal adversário de Zardari é um antigo chefe do Supremo tribunal, Saeeduzzaman Sidiqui. Desentendimentos com o PPP levaram a Liga Muçulmana do Paquistão liderada pelo antigo primeiro-ministro, Nawaz Sharif, a abandonar a coligação do poder e avançar com um candidato próprio.

O partido do poder está representado por Mushahid Hussain Sayed candidato ao lugar deixado por Musharraf, que a 18 de Agosto apresentou a demissão para para evitar um processo de destituição.

Aos cerca de 15 milhões de eleitores interessa contrariar a constante subida dos preços dos alimentos e a desaceleração da economia. Com uma inflação superior a 21%, os paquistaneses olham para o escrutínio deste sábado com uma luz ao fundo do túnel.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Hanna causou 136 mortos no Haiti