Última hora

Última hora

Crise no Cáucaso deverá ser alvo de uma investigação

Em leitura:

Crise no Cáucaso deverá ser alvo de uma investigação

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia quer esclarecer a origem da crise no Cáucaso. Reunidos no sul de França, os chefes da diplomacia dos 27 deram, este sábado, luz verde à criação de uma comissão de investigação internacional.

O organismo ainda não foi escolhido. Vários ministros defendem que o inquérito deve ser feito pela OSCE – Organização para Segurança e Cooperação na Europa

O chefe de diplomacia francesa diz apoiar uma missão autónoma da Política Europeia de Segurança e Defesa, que numa primera fase poderá ser integrada nas missões da OSCE e das Nações Unidas.

Declarações que antecedem a deslocação do presidente francês, Nicolas Sarkozy, a Moscovo agendadas para segunda-feira.

O Alto Representante da Política Externa e de Segurança da UE, Javier Solana, lembra a guerra dos Balcãs para evocar a experiência e a eficácia da UE em missões de observação internacional, adiantando, que a única diferença é o local onde se efectuam.

A OSCE foi a única força a receber consenso internacional para actuar na região do conflito. A organização integra países tanto da União Europeia como da Rússia e Geórgia. Uma mais-valia para uma comissão que se pretende independente e isenta.