Última hora

Última hora

Moscovo critica uso de navios de guerra para missões humanitárias

Em leitura:

Moscovo critica uso de navios de guerra para missões humanitárias

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo não gostou de ver chegar a Poti mais um navio de guerra norte-americano. Durante uma reunião do Conselho de Estado, Dmitri Medvedev, acusou os Estados Unidos de estarem a transportar armas para a Geórgia em vez de bens de primeira necessidade.

O chefe de Estado russo diz que os navios de guerra não foram feitos para realizar missões humanitárias e que Washington está a violar as convenções internacionais. Medevedev questina: “como se sentiram se a Rússia enviasse ajuda humanitária em navios de guerra para a bacía das Caraíbas atingida recentemente por um furacão?” Um descontentamento manifestado já antes pelo ministro russo dos Negócios Estrangeiros.

Os Estados Unidos negam as acusações e garantem que as embracações transportam, apenas, alimentos, cobertores e produtos de higiene. O último navio de guerra chegou esta sexta-feira ao porto de Poti, perto do qual se encontram estacionadas tropas russas. O Mount Whitney é o terceiro a chegar ao Mar Negro.