Última hora

Última hora

Governo dos EUA salva Fannie Mae e Freddie Mac

Em leitura:

Governo dos EUA salva Fannie Mae e Freddie Mac

 Governo dos EUA salva Fannie Mae e Freddie Mac
Tamanho do texto Aa Aa

O governo americano passou a controlar as duas maiores empresas de crédito imobiliário, FannieMae e Freddie Mac, num gesto para salvar o mercado imobiliário e estas duas empresas, a passar por graves dificuldades.

A decisão de colocar estes dois gigantes sob tutela federal foi recebida com alívio no mundo financeiro. O Fundo Monetário Internacional diz que o plano vai contribuir para apoiar os mercados e as perspectivas económicas.

O secretário do tesouro norte-americano, Henry Paulson, justificou a decisão: “O Fannie Mae e Freddie Mac têm uma tal importância e estão tão interligados com o sistema financeiro que se falissem causariam grandes perturbações no país e no mundo”

Os Estados Unidos estão a fazer face a uma grave crise imobiliária, que se agravou no Verão do ano passado, com a crise dos créditos de alto risco, ou subprime. O apoio das finanças federais deve passar por injecções sucessivas de capital ao longo dos próximos trimestres. Esta é a primeira intervenção do Estado na economia americana desde o início dos anos 90.

“Quando se perde a confiança nas instituições privadas, porque a sobrevivência destas instituições está ameaçada, é preciso que entre em acção o Tio Sam, cuja capacidade de sobreviver não pode ser posta em causa por ninguém”, diz um analista.

O Freddie Mac e o Fannie Mae detém uma carteira de créditos hipotecários avaliada em 5,3 mil milhões de dólares, o equivalente a 31 vezes o PIB português.

A Associação Americana de Banqueiros Hipotecários informou que, em finais de Junho, quatro milhões de pessoas estavam em risco de ficar sem casa, por culpa da actual crise.