Última hora

Última hora

Itália quer libertar milhares de detidos

Em leitura:

Itália quer libertar milhares de detidos

Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano prepara um plano para descongestionar os estabelecimentos prisionais

Uma das medidas poderá passar pela libertação de 7.400 prisioneiros dos quais quatro mil passariam a cumprir prisão domiciliária.

Cerca de 20 mil dos 55 mil prisioneiros que cumprem penas actualmente ou aguardam julgamento nas prisões italianas são estrangeiros.

Um número que continua a aumentar por causa da dificuldade e do custo para formalizar expulsões.

O ministro italiano da Justiça defende a expulsão dos estrangeiros condenados a penas por pequenos crimes.

“Não há razão para que estejam a ocupar lugar nas nossas prisões.” diz Angelino Alfano.
A quantidade de imigrantes ilegais que entram na Itália duplicou os primeiros sete meses deste ano.