Última hora

Última hora

Tbilissi leva Moscovo ao Tribunal Internacional

Em leitura:

Tbilissi leva Moscovo ao Tribunal Internacional

Tamanho do texto Aa Aa

A Geórgia apresenta hoje uma queixa contra a Rússia no Tribunal Internacional, a mais alta instância das Nações Unidas em Haia.
Tbilissi reclama a condenação das violações de direitos humanos cometidas contra georgianos nas províncias separatistas da Ossétia do Sul e Abkházia.

Numa sessão de emergência que deverá durar três dias, a Geórgia vai pedir ainda que Moscovo permita o regresso em segurança dos refugiados georgianos deslocados pela violência.

Se o tribunal decidir que tem jurisdição para ouvir o caso, a expectativa é que dê uma ordem provisória no prazo de duas a três semanas.

No mês passado a Geórgia moveu uma acção para pedir que a Rússia retirásse suas tropas e pagásse indemnizações por danos, alegando que a Rússia violou uma convenção anti-discriminação em três intervenções que realizou na Ossétia do Sul e Abkházia entre 1990 e Agosto de 2008.

As autoridades georgianas alegam que desde a sua independência, em 1991, mais de 400 mil georgianos ou seja quase 10% da população, foram expulsos de seus locais de residência à força numa campanha de violência e intimidação apoiada pela Rússia.