Última hora

Última hora

Ministro italiano presta homenagem a combatentes fascistas

Em leitura:

Ministro italiano presta homenagem a combatentes fascistas

Tamanho do texto Aa Aa

Declarações polémicas do ministro italiano da Defesa numa homenagem aos soldados do Exército Real que caíram a lutar contra as tropas alemãs de ocupação em 1943.

Durante um discurso que assinalava o momento histórico, Ignazio de La Russa louvou também os combatentes da RSI, a República Social Italiana, fiéis a Mussolini na luta ao lado dos nazis. “Eu trairia a minha consciência se não lembrasse que outros homens fardados, como os da “Nembo” do exército da RSI, também combateram, do seu ponto de vista, com a convicção de que estavam a defender o seu país”, afirmou o governante.

Afirmações que surgem um dia depois de o presidente da Câmara de Roma Gianni Alemanno, também ele membro da Aliança Nacional, ter dito que o “fascismo nunca foi o mal absoluto”.

Os comentários suscitaram protestos por parte da esquerda italiana levando o presidente da República a pronunciar-se. Giorgio Napolitano declarou que “a República italiana foi criada a partir da guerra da libertação e da resistência e por isso a nossa constituição tem o anti-fascismo como valor básico”

Mussolini governou a Itália durante mais de duas décadas, durante as quais foi aliado da Alemanha Nazi e aprovou leis anti-semitas, que levaram à perseguição e ao extermínio de milhares de judeus italianos em campos de concentração.