Última hora

Última hora

Tribunal Constitucional decreta demissão de primeiro-ministro tailandês

Em leitura:

Tribunal Constitucional decreta demissão de primeiro-ministro tailandês

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro tailandês deve demitir-se. É a decisão do Tribunal Constitucional, que considerou Samak Sundaravej culpado de violar a Constituição por ter aceite dinheiro de uma empresa privada que produzia programas de culinária conduzidos pelo chefe de Governo.

Segundo a máxima instância judicial, o afastamento do primeiro-ministro implica também a dissolução do executivo.

No entanto e tal como tinha afirmado, o partido no poder prepara-se para reconduzir Sundaravej no cargo, já na próxima sexta-feira.

O primeiro-ministro participou nas emissões televisivas até Abril, mais de dois meses depois de ter chegado à chefia do Governo.

Resistindo a uma campanha de manifestações e acusações de corrupção, Sundaravej prometeu ontem manter-se no cargo e descartou eleições antecipadas.

Nas últimas duas semanas e a par dos protestos nas ruas, vários opositores barricaram-se na sede do governo para exigir a demissão do primeiro-ministro. Apesar da decisão do Tribunal, os manifestantes prometem manter-se entrincheirados.