Última hora

Última hora

Rússia acusa UE de distorcer acordo com a Geórgia

Em leitura:

Rússia acusa UE de distorcer acordo com a Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo e Bruxelas revelam desacordo acerca da futura missão de observadores da União Europeia na Geórgia.

Javier Solana reconheceu hoje que, no acordo assinado na Rússia na segunda-feira, não foi discutida a possibilidade do envio de observadores para as regiões separatistas da Abcásia e da Ossétia do Sul. Mas o chefe da diplomacia europeia sublinhou que a missão partiria para a Geórgia “com o espírito” de cobrir todo o território.

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros acusou os líderes europeus de distorcerem o acordo.

Sergei Lavrov diz que se trata de uma “tentativa absolutamente sem escrúpulos de não explicar ao presidente georgiano os compromissos assumidos pela União Europeia e pela Rússia e de se deixar conduzir por Mikhail Saakashvili”.

Lavrov garante que o documento assinado em Moscovo estipula que os observadores não entrarão nas regiões separatistas.

Ao incidente diplomático soma-se um incidente no terreno, com Tbilissi a acusar soldados russos de matarem um polícia em território georgiano, junto à Ossétia do Sul.

O exército russo negou qualquer envolvimento na morte do agente georgiano.