Última hora

Última hora

Obama: "Um porco com batom continua a ser um porco"

Em leitura:

Obama: "Um porco com batom continua a ser um porco"

Tamanho do texto Aa Aa

Obama endurece os ataques, numa altura em que McCain recupera terreno nas sondagens.

O candidato democrata à Casa Branca afirmou ontem que o rival não representa a verdadeira mudança porque defende as mesmas políticas do antecessor.

Mas o jogo de palavras de Obama chocou os republicanos.

“Isso não é mudança. É por outro nome na mesma coisa. Mas podem pôr batom num porco, continua a ser um porco”, afirmou o senador do Illinois, em referência às declarações de Sarah Palin que um dia antes falava do seu papel de mãe, comparando-se a um “pitbull com batom”.

A escolha da governadora do Alasca para candidata à vice-presidência republicana parece ter trazido uma lufada de ar fresco à campanha de McCain. De acordo com uma sondagem recente, os republicanos ganharam votos entre as mulheres brancas.

Ontem, em campanha pelo Missouri,
o senador do Arizona adoptou o discurso da mudança mostrou-se confiante e afirmou que os melhores dias da Nação estão para vir.

Segundo as últimas sondagens, Obama recolhe 47% das intenções de voto, McCain 46%.