Última hora

Última hora

Arte contemporânea em Versailles provoca coro de críticas

Em leitura:

Arte contemporânea em Versailles provoca coro de críticas

Tamanho do texto Aa Aa

Presença insólita no palácio de Versailles em França.

As peças do artista Jeff koon contrastam com a arquitectura clássica e com as restantes obras expostas no recinto.

O norte-americano, conhecido por ter vendido duas esculturas por 23 milhões de dólares num leilão, diz-se realizado com a nova exposição. “Foi mesmo um sonho ter o meu trabalho exposto aqui. E agora que aqui está, parece-me muito confortável e nunca estive tão orgulhoso de uma exposição”, disse.

A mostra reune a maior exibição de arte contemporânea jamais realizada no palácio e está a provocar polémica em França.

Mas segundo Jean Jacques Aillagon, presidente do domínio do edifício “os descontentes criticaram a presença da obra de Jeff Koons em Versailles, mas o público acabou por ser mais espontâneo, bastante mais feliz e com muito menos preconceitos”, concluiu.

A imprensa francesa apelidou Jeff Koon de “rei do kitsch” e alguns críticos questionam a pertinência de misturar “peças de valor discutível” com as obras primas reunidas pelos reis franceses dos séculos XVII e XVIII.