Última hora

Última hora

Polémica em torno da bandeira europeia

Em leitura:

Polémica em torno da bandeira europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Os símbolos da União Europeia estão no epicentro de uma nova polémica. Ao rever o regulamento interno, o Parlamento Europeu reitera o seu apego aos símbolos europeus e prevê que a bandeira seja hasteada em todos os edifícios do Parlamento e sempre que haja eventos oficiais.

Os símbolos europeus constavam da defunta Constituição, mas não do Tratado de Lisboa, pelo que os eurocépticos, sobretudo britânicos, se insurgem contra o novo regulamento. Mas o eurodeputado alemão Jo Leinen refresca-lhes a memória: “É preciso lembrar aos conservadores britânicos e aos eurocépticos de toda a Europa que, nos anos 70, o Conselho Europeu, com a participação de Margaret Thatcher aceitou os símbolos numa decisão do conselho.”

O regulamento reconhece ainda o hino europeu, baseado no Hino da Alegria, da Nona Sinfonia de Beethoven, e a divisa “Unida na diversidade” e celebra o Dia da Europa a 9 de Maio.

Todos estes símbolos já existiam e eram utilizados, mas é o facto de serem oficialmente escritos que enerva os eurocépticos.