Última hora

Última hora

Papa defende missa em Latim

Em leitura:

Papa defende missa em Latim

Papa defende missa em Latim
Tamanho do texto Aa Aa

Bento XVI celebrou a missa de domingo em Lourdes perante 150 mil pessoas. Foi a cerimónia a que mais católicos assistiram durante a visita de quatro dias do Sumo Pontífice a França.

Na homilía, o Papa tocou num dos assuntos sensíveis que tem criado polémica entre o Vaticano e a Igreja de França – a celebração da missa em Latim.

Bento XVI decidiu no ano passado abrir a possibilidade aos párocos que o desejassem. A ala menos conservadora da Igreja Católica, em especial a francesa, demonstrou algumas reticências.

Uma vez em França, o Santo Padre fez questão dizer que é preciso tranquilizar os espíritos e unir os católicos. A celebração da missa em Latim representa para o Papa uma liberalização e não um regresso ao passado.

Esta é a décima deslocação de Bento XVI ao estrangeiro, a primeira a França, onde se multiplicam as acusações ao presidente da República sobre uma alegada violação da laicidade do Estado. Nicolas Sarkozy e a Primeira Dama Carla Bruni-Sarkozy acompanharam o Sumo Pontífice nos dois dias de visita a Paris. O Papa regressa a Roma esta segunda-feira.