Última hora

Última hora

Segurança alimentar na China outra vez en causa

Em leitura:

Segurança alimentar na China outra vez en causa

Tamanho do texto Aa Aa

Mais um bébé morto na China no âmbito do escândalo de leite adulterado. É a segunda morte admitida pelas autoridades de Pequim o que eleva para dois o número de vítimas mortais,confirmadas há vários meses mas só agora reveladas. Pensa-se que a informação foi retida por causa durante os Jogos olímpicos.

“Adicionado um produto ao leite é uma forma de enganar o consumidor. Isso causa imensos problemas a gente inocente, os culpados têm de ser severamente castigados”.
1200 bébes foram afectados mas o drama pode atingir mais de 10 mil crianças segundo o ministério da Saúde.

Os casos mortíferos foram localizados na província noroeste de Gansu. A informação terá sido retida durante os jogos Olímpicos e foi a empresa australiana Fonterra que lançou o alerta. A gigante dos laticínos neozelandesa queixa-se de um acto de sabotagem por parte do seu sócio chinês Sanlu. A primeira-ministra neozelandesa Helen Clark afirmou que a Nova Zelândia advertiu a China e pediu a adopção de medidas urgentes. Duas dezenas de pessoas foram já detidas.