Última hora

Última hora

União Europeia formaliza envio de observadores para Geórgia

Em leitura:

União Europeia formaliza envio de observadores para Geórgia

União Europeia formaliza envio de observadores para Geórgia
Tamanho do texto Aa Aa

Luz verde para colocar uma força de monitorização na Geórgia, junto às regiões independentistas. Os 27 adoptaram a acção comum mas permanecem críticos por não terem o consentimento de Moscovo para colocar os observadores no interior da Abcásia e da Ossétia do Sul.

Mas pode ser apenas um primeiro passo, como explicou o chefe da diplomacia europeia, Javier Solana. “A primeira etapa é fazer avançar antes do início de Outubro os 200 observadores para obtermos a retirada completa das forças russas daquela parte do território. Está tudo a ser trabalhado de acordo com os compromissos assumidos. Depois logo veremos como a situação evolui. Estamos preparados e disponíveis para ir além destes compromissos para outros locais”, adiantou.

A União não reconhece a independência das regiões separatistas daí considerar ter legitimidade para colocar os observadores nas duas províncias secessionistas. Moscovo, por seu lado, vai manter 7500 soldados na Abcásia e na Ossétia do Sul.

Numa visita a Tskinvalli, o ministro russo dos Negócios Estrangeiros acusou o presidente georgiano de pretender recorrer à força. Serguei Lavrov exige que a União cumpra o seu papel até ao fim. “Exigimos que a UE, que tem o papel de garantir o cumprimento do acordo, desempenhe esse papel até ao fim”, referiu. A União Europeia vai auxiliar a Geórgia com 500 milhões de euros para reconstrução.