Última hora

Última hora

União Europeia formaliza envio de observadores para Geórgia

Em leitura:

União Europeia formaliza envio de observadores para Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

Luz verde para colocar uma força de monitorização na Geórgia, junto às regiões independentistas. Os 27 adoptaram a acção comum mas permanecem críticos por não terem o consentimento de Moscovo para colocar os observadores no interior da Abcásia e da Ossétia do Sul.

Mas pode ser apenas um primeiro passo, como explicou o chefe da diplomacia europeia, Javier Solana. “A primeira etapa é fazer avançar antes do início de Outubro os 200 observadores para obtermos a retirada completa das forças russas daquela parte do território. Está tudo a ser trabalhado de acordo com os compromissos assumidos. Depois logo veremos como a situação evolui. Estamos preparados e disponíveis para ir além destes compromissos para outros locais”, adiantou.

A União não reconhece a independência das regiões separatistas daí considerar ter legitimidade para colocar os observadores nas duas províncias secessionistas. Moscovo, por seu lado, vai manter 7500 soldados na Abcásia e na Ossétia do Sul.

Numa visita a Tskinvalli, o ministro russo dos Negócios Estrangeiros acusou o presidente georgiano de pretender recorrer à força. Serguei Lavrov exige que a União cumpra o seu papel até ao fim. “Exigimos que a UE, que tem o papel de garantir o cumprimento do acordo, desempenhe esse papel até ao fim”, referiu. A União Europeia vai auxiliar a Geórgia com 500 milhões de euros para reconstrução.