Última hora

Última hora

Lehman Brothers abre falência

Em leitura:

Lehman Brothers abre falência

Tamanho do texto Aa Aa

O Lehman Brothers abre hoje falência. A declaração de insolvência do quatro maior banco de investimento dos Estados Unidos acontece depois de perdas de quase três mil milhões de euros no terceiro trimestre de 2008.

O anúncio de bancarrota era previsível, depois de falhadas as negociações com o Barklays.

O banco britânico renunciou à compra do Lehman Brothers depois do Tesouro norte-americano ter recusado apoiar financeiramente a operação.

Questionado sobre a eventual falência de outras importantes instituições financeiras, Alan Greenspan diz que é provável. Mas o ex-presidente da Reserva Federal norte-americana acrescenta que “isso não precisa de constituir um problema. Depende de como for gerida e de que forma for feita a liquidação. De facto, não devemos tentar proteger toda e qualquer instituição. No rumo normal do mercado financeiro há vencedores e perdedores”.

A Reserva Federal anunciou ontem o lançamento de uma série de medidas adicionais de apoio ao sistema financeiro.

Um grupo de dez bancos internacionais decidiu criar um fundo de 49.000 milhões de euros para fazer face à crise do crédito.

O primeiro banco norte-americano de depósitos, o Bank of America, anunciou entretanto a compra do banco de investimentos Merrill Lynch por 35.000 milhões de euros, criando a maior instituição financeira mundial.