Última hora

Última hora

Bancos centrais injectam grandes quantias no mercado

Em leitura:

Bancos centrais injectam grandes quantias no mercado

 Bancos centrais injectam grandes quantias no mercado
Tamanho do texto Aa Aa

Os grandes bancos centrais deram um empurrão aos mercados, em altura de crise. Seis instituições monetárias, um pouco por todo o mundo, anunciaram uma vasta acção concertada para acalmar o sistema financeiro mundial. O grupo inclui o Banco Central Europeu e a Reserva Federal norte-americana.

A Fed injectou, esta quinta-feira, 180 mil milhões de dólares, o equivalente a 125 mil milhões de euros. O segundo banco central mais generoso foi o Banco do Japão, que disopnibilizou 43 mil milhões, seguido pelo BCE, com 28 mil milhões, e pelo Banco de Inglaterra, com 10 mil milhões.

Assegurar a liquidez tem sido a principal preocupação, nesta altura de crise.

Diz um analista: “Os mercados vão estabilizar-se, mesmo se estamos um pouco hiper-reactivos ou, pelo contrário, demasiado cépticos. Neste momento, tudo parece ser posto em causa. Os sistemas bancários, os sistemas de segurança… tudo. Mas, na minha opinião, estamos a exagerar”.

Apesar da subida inicial, as bolsas da Europa acabaram por fechar no vermelho. O Eurostoxx 50 perdeu mais de 1%.

Lisboa fechou com a queda mais pesada de toda a europa, com o PSI 20 a caír mais de 3%. A EDP, um dos pesos-pesados do índice, fechou a sessão a perder mais de cinco por cento.