Última hora

Última hora

Israel: Livni a caminho do governo

Em leitura:

Israel: Livni a caminho do governo

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da conquista da liderança do partido Kadima, Tzipi Livni poderá suceder a Ehud Olmert e converter-se na primeira-ministra do Estado judaico.

Mas para isso, enfrenta inúmeros desafios. A actual ministra dos negócios estrangeiros terá de formar uma coligação de governo e conquistar a aprovação e apoio da opinião pública israelita.

Nas ruas de Jerusalém, as reacções à nova líder do Kadima.

“Desejo-lhe sorte, espero que ela traga paz a Israel, já é altura disso”, diz uma habitante da cidade.

Outra israelita espera que “ela tenha a força suficiente para liderar Israel. Não é fácil e como mulher, é ainda mais difícil”.

As opiniões são bem diferentes, para os judeus conservadores do colonato de Ofra, na Cisjordânia.

“Ficámos desagradados com a eleição de Tzipi Livni. Ela não é a mesma Tzipi Livni que conhecíamos. Tem estado a dizer as coisas erradas ultimamente. Acho que com ela, Isarel não vai ser tão forte como deveria. Temos muito com o que nos preocupar, aqui em Ofra, na nossa casa mas também em todo o estado de Israel”, declara um colono.

Quem sai de cena é Ehud Olmert, que prometeu deixar o cargo após a eleição de um sucessor no Kadima. O primeiro-ministro abandona a chefia de governo, na sequência do seu alegado envolvimento num caso de corrupção.