Última hora

Última hora

Sindicatos chumbam plano de recuperação da Alitália

Em leitura:

Sindicatos chumbam plano de recuperação da Alitália

Tamanho do texto Aa Aa

Caiu por terra o plano de recuperação da Alitália. O consórcio empresarial que se mostrou disposto a avançar com mil milhões de euros para comprar a companhia aérea italiana abandonou as negociações.

Em causa está a posição assumida por seis sindicatos que recusam a supressão de postos de trabalho e as condições salariais.

Um representante sindical considera que “é impensável avançar com um plano de recuperação da companhia aérea sem o aval dos trabalhadores.”

Os passageiros criticam os sindicatos e o poder político e temem que os serviços da companhia aérea italiana tenham os dias contados.

Um outro representante dos trabalhadores garante que “os turistas não têm razões para se preocuparem” já que todos os funcionários vão continuar a laborar, adiantando, que “as dificuldades financeiras não impedem que continuem à procura de uma solução.”

Uma solução prometida pelo primeiro-ministro, durante a companha eleitoral. Sílvio Berlusconi convocou para esta sexta-feira uma conferência de imprensa para esclarecer a situação da companhia aérea que acumula cerca de mil milhões de euros em dívidas.

A nacionalização da Alitalia é vista por trabalhadores e sindicatos como a última solução para evitar o fim da companhia italiana.