Última hora

Última hora

Paulson e Bernanke tentam convencer Congresso norte-americano

Em leitura:

Paulson e Bernanke tentam convencer Congresso norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto os mercados dão sinais de ansiedade e cepticismo, o secretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson, e o presidente da Reserva Federal, Ben Bernanke, tentaram convencer a comissão de finanças do Congresso da extrema necessidade e urgência do plano de recuperação financeira.

Henry Paulson afirmou que “a instabilidade dos mercados atingiu novos níveis na semana passada e afectou todo a economia.” Por isso defendeu que “é preciso agir de forma detalhada e concreta sobre as causas que estão por detrás desta instabilidade.”

Ben Bernanke concordou com as afirmações do secretário do Tesouro e considerou que “a situação é crítica e a Reserva Federal vai dar total apoio à reforma do sector financeiro.” Bernanke acrescentou que “sejam quais forem as reformas adoptadas pelo Congresso, elas devem aplicar-se a toda a indústria, quer tenha ou não recorrido ao programa.”

O plano de Washington, avaliado em cerca de 500 mil milhões de euros, prevê que a administração norte-americana adquira activos das instituições financeiras em situação delicada, de forma a reequilibrar as suas contas.