Última hora

Última hora

Brown prepara-se para contra-atacar a crise... de confiança

Em leitura:

Brown prepara-se para contra-atacar a crise... de confiança

Tamanho do texto Aa Aa

A crise financeira mundial anuncia-se como uma lufada de ar fresco para o primeiro-ministro britânico, abalado por uma profunda crise de confiança nas fileiras do seu partido.

Gordon Brown vai encerrar hoje o congresso do partido trabalhista com um discurso marcado por um pacote de propostas de reformas sociais e económicas, à medida das críticas dos sectores mais à esquerda na formação, em especial dos sindicatos.

Melhorar o estado providência, combater a info-exclusão e conduzir o Reino Unido através da crise financeira vão ser os argumentos de peso do antigo responsável das Finanças britânicas.

O actual ministro dos negócios estrangeiros David Milliband deu ontem o tom para o apelo à unidade, ao saudar o legado de Brown durante 11 anos no poder, frente aos militantes do partido.

Elogio fúnebre ou declaração de apoio incondicional, os analistas mantém-se reticentes quanto às intenções de Milliband, dado como possível candidato à liderança do partido.

Brown, que sucedeu há 12 meses a Tony Blair é alvo de pressões crescentes dentro do partido para que se demita, face à popularidade crescente dos conservadores nas sondagens.