Última hora

Última hora

Polícia interroga atirador na véspera do massacre

Em leitura:

Polícia interroga atirador na véspera do massacre

Tamanho do texto Aa Aa

O estudante que disparou sobre alunos e professores numa escola finlandesa
tinha sido, ontem, interrogado pela polícia. Tudo por causa de um vídeo colocado no YouTube onde o jovem de 22 anos aparecia vestido de preto e a disparar uma arma. Hoje, o estudante entrou no estabelecimento de ensino e começou a atirar contra tudo e contra todos. Fontes governamentais confirmam a morte de 10 pessoas. O número de feridos é para já desconhecido.

Durante o incidente foram ouvidos tiros de uma pistola automática. A ministra do Interior filandesa confirmou, entretanto, que a arma utilizada tinha um calibre de 22 milímetros.

A intervenção da polícia levou a que o jovem se barricasse numa sala de aula durante alguns minutos. O atacante acabou por se suicidar tendo vindo a falecer no hospital. O incidente deu-se na cidade de Kauhajoki, no oeste do país a cerca de 300 quilómetros de Helsínquia.

A polícia teme que o jovem tenha colocado uma bomba na escola profissional que acolhe cerca de 200 alunos. Como medida de precaução todos os edifícios circundantes foram evacuados.

Trata-se do segundo massacre do género na Finlândia em menos de um ano. Em Novembro de 2007 seis alunos, um enfermeiro e um professor foram mortos por um atirador de 18 anos que se suicidou em seguida.