Última hora

Última hora

Paul McCartney autorizado a actuar em Israel mas de 40 anos depois

Em leitura:

Paul McCartney autorizado a actuar em Israel mas de 40 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

Paul McCartney está em Israel desde ontem para dar um concerto, apesar das ameaças e das críticas que lhe mereceram a deslocação.

O cantor compositor vai dar um concerto esta quinta-feira em Telaviv, uma actuação muito criticada pelos que vêem no gesto uma demosntração de apoio à ocupação dos territórios palestinianos.

O artista resistiu a todos os apelos para cancelar o concerto. Os apelos ao boicote são vistos pelos grupos pró-judaicos com sendo de natureza anti-semita.

O espectáculo também está a gerar grande expectativa junto da população uma vez que McCartney e os Beatles foram proibidos de actuar no Estado judaico em 1965. Na altura, o Governo israelita considerou que a banda de Liverpool poderia perverter a juventude do país.

Apesar do tema do concerto ser “A amizade primeiro”, nem a comunidade palestiniana nem os defensores dos direitos humanos vêem qualquer motivo para festejar. McCartney chegou mesmo a ser ameaçado de morte por grupos islamitas e outros.