Última hora

Última hora

Tribunal belga condena ladrão que assassinou por um leitor mp3

Em leitura:

Tribunal belga condena ladrão que assassinou por um leitor mp3

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça belga pronunciou-se ontem sobre o caso que, há dois anos, tinha aberto o debate sobre a delinquência juvenil no país.

Os juízes condenaram a 20 anos de prisão um jovem de origem polaca, detido depois de apunhalar mortalmente um passageiro na estação de Bruxelas, para roubar um leitor mp3.

Face à pressão da defesa, os juízes decidiram absolver o réu das acusação de homicídio, condenando-o por roubo com violência mortífera.

A mãe da vítima, fala de traição da justiça belga e lembra que, o filho, “foi apunhalado no coração, o que prova que o agressor não tinha a intenção de o deixar sobreviver”.

A vítima mortal de 17 anos tinha sido agredida com 7 golpes de arma branca, no dia 12 de Abril de 2006, na estação central de Bruxelas.

O agressor vai cumprir a pena de prisão na Polónia.

O mesmo tribunal tinha em Dezembro condenado o cúmplice do assalto a três anos de internamento num centro de detenção menores, reconhecendo as acusações de assassínio.

O caso tinha suscitado uma vaga de solidariedade na Bélgica, levando 80 mil pessoas a desfilar nas ruas contra a delinquência urbana.