Última hora

Última hora

Derradeira tentativa para salvar a Alitália

Em leitura:

Derradeira tentativa para salvar a Alitália

Tamanho do texto Aa Aa

O governo tenta negociar com os investidores da Companhia Aérea Italiana, numa corrida contra o tempo para conseguir uma proposta de última hora para compra da Alitália.

Um esforço que surge numa altura em que faltam apenas 24 horas para o fim do prazo dado pela autoridade de aviação civil italiana a ENAC para receber uma proposta de compra da companhia aérea. “Estamos a trabalhar para relançar uma negociação que nos leve a uma solução rapida, temos o tempo contado”, explicou o ministro do Trabalho, Maurizio Sacconi.

Entretanto, os dirigentes sindicais do CIGGL, que na semana passada recusou uma primeira oferta da CAI, que implicava uma redução de 3250 funcionários e a perda de regalias, pondera agora voltar às negociações.

A possibilidade de Air France poder particiar na compra de 20% de activos parece do agrado dos sindicatos. “Precisamos de um parceiro internacional, são essas as orientaçãoes de todo o sector aéreo. Estamos num mercado complexo que exige alianças internacionais”, defende Guglielmo Epifani líder do maior sindicato italiano.

A companhia aérea italiana Alitália encontra-se em situação de falência e corre o risco de encerrar portas ainda esta semana se não for encontrada uma solução.