Última hora

Última hora

Alitalia: Aviões afinal não vão ficar em terra

Em leitura:

Alitalia: Aviões afinal não vão ficar em terra

Tamanho do texto Aa Aa

A Alitalia parece estar finalmente salva, depois do Sim do sindicato dos pilotos ao plano de recuperação da companhia apresentado pelo CAI, o grupo de investidores italianos.

Ao que tudo indica, o CAI foi obrigado a fazer concessões de última hora para fazer passar o plano que pretende salvar a empresa da falência.

Neste momento, falta apenas uma reunião, marcada para segunda-feira, com o sindicato do pessoal de bordo. Mas ao que tudo indica, não vão rejeitar o acordo. Todos os outros sindicatos chegaram a um entendimento com os investidores.

Falta agora saber o que fazer com as companhias aéreas Lufthansa e Air-France/KLM. Ao que tudo indica, haverá uma parceria, sendo que a empresa estrangeira não obterá mais do que 20 por cento da Alitalia.

O representante dos pilotos da Alitalia mostra-se feliz com a ideia de uma parceria internacional, seja com a Lufthansa, seja com a Air-France KLM pois tratam-se de empresas sérias, próximas dos actuais dirigentes e que por isso conhecem bem o negócio.

Em campanha eleitoral, o chefe de governo Silvio Berlusconi mostrou-se contra a oferta de compra da Air France/KLM. Os sindicatos estão abertamente a favor da parceria com a alemã Lufthansa.

A única coisa que está assegurada neste momento é que a partir de segunda feira, os aviões da Alitalia já não vão ficar em terra, como todos temiam.

A eventual falência da companhia aérea italiana seria uma forte revés para o chefe de governo para quem a Alitalia é um símbolo da identidade nacional.