Última hora

Última hora

Economia

Em leitura:

Economia

Economia
Tamanho do texto Aa Aa

As principais bolsas dos EUA terminaram a semana em terreno positivo, impulsionadas pela esperança de um rápido acordo sobre o plano de recuperação do sistema financeiro norte-americano.

O plano da Casa Branca visa gastar setencentos mil milhões de euros para pôr fim à crise bancária e poderá ser submetido a votação no congresso ainda este fim de semana.

O representante democrata Barney Frank sublinhou esta sexta-feira que as negociações para salvar o sistema financeiro norte-americano devem sobrepor-se aos conflitos partidários e pediu aos candidatos presidenciais para apoiarem o trabalho do congresso.

Um grupo de representantes republicanos apresentou um plano alternativo que foi prontamente classificado pelo secretário de Estado do Tesouro como uma “péssima ideia”.

David Wyss, economista do Standard and Poor’s, sublinhou que “actualmente ninguém empresta nada a ninguém e que as coisas não vão melhorar até que o plano seja aprovado”.

O pacote legislativo que o congresso se prepara para votar inclui a compra do crédito de má qualidade dos bancos e cortes de impostos para estimular o investimento.

Medidas que visam conter a espiral de falências que afecta o sistema bancário do país e que ontem fez mais uma vítima, com o colapso do Washington Mutual.