Última hora

Última hora

Astronautas chineses aterram com sucesso na Mongólia

Em leitura:

Astronautas chineses aterram com sucesso na Mongólia

Tamanho do texto Aa Aa

Chegaram bem e estão sãos e salvos os três astronautas chineses que pela primeira vez passearam no espaço.

A missão de 68 horas da Shenzou VII, que em português quer dizer “nave divina”, terminou com sucesso na Mongólia Interior.

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, assistiu à aterragem no Centro de Controlo Espacial de Pequim, e congratulou os astronautas ao dizer que colocaram a China no grupo de três nações de elite que efectuaram o passeio no espaço.

O acontecimento é para o regime ditatorial chinês um triunfo e considerado como uma forma de legitimar a nível internacional os esforços de um país não democrático.

Zhai Zhigang e os outros dois astronautas são agora considerados heróis nacionais.

A aventura no espaço está lançada, as autoridades tem fortes ambições. Está a ser preparada uma missão exploratória na Lua, para ser concretizada até 2017, mas o grande passo será construir uma estação espacial inteiramente chinesa.

O presidente Hu Jintao garante que os objectivos são pacíficos.

A fim da missão da Shenzou VII surge a poucos dias da festa nacional de 1 de Outubro.